Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

BIOGRAFIA DE BERTRAND RUSSELL

 

DA MEMÓRIA…JOSÉ LANÇA-COELHO
 
BERTRAND RUSSELL
 
         O matemático e filósofo inglês Bertrand Russell faleceu em Penrhyndeudracth, a 2 de Fevereiro de 1970.
         Russell nasceu em Trelleck, Ravenscroft, a 18 de Maio de 1872. Estudou no Trinity College, de Cambridge, onde foi discípulo do célebre Whitehead, com quem veio a publicar os Principia Mathematica 1910-1913 em três volumes (1948).
         Em 1897 publicou An Essay on The Foundations of Geometry, que inicia a sua primeira época de dedicação à ciência, à qual pertencem, entre outras Mathematical Logic as Based on the Theory of Types 1908, e a já citada Principia Mathematica, onde recebe influências dos lógicos matemáticos Peano e Frege e procura fornecer uma fundamentação lógica da matemática.
         A partir de 1908, tornou-se membro da célebre Royal Society e, entre 1910 e 1915, foi professor de Lógica e Matemática na Universidade de Cambridge, altura em que conviveu com Ludwig Wittgenstein, e com os principais representantes da filosofia analítica.
         Em 1918, durante a Grande Guerra (1914-1918) foi preso pela primeira vez, devido às suas ideias pacifistas, durante seis meses, período que aproveitou para escrever na cadeia, Introduction to Mathematical philosophy 1919. A partir deste momento, começou a publicar ensaios sobre temas como, ética, política e educação, para além de outros.
         É também de salientar, a sua contribuição para a defesa do atomismo lógico, filosofia que interpreta o universo como um conjunto de factos atómicos, não analisáveis, que expressam entidades particulares, qualidades de factos, e, relações.
         No biénio compreendido entre 1938-1940, leccionou nos Estados Unidos e, dez anos mais tarde, foi galardoado com o Prémio Nobel da Literatura (1950).
         No início da década de 60, conhece de novo a prisão por motivos políticos. Desta vez, é a sua tenaz oposição à política de armas atómicas seguida pelo Reino Unido que o leva ao cárcere (1961).
         Outras obras escritas por Bertrand Russell são:
O Problema da Filosofia 1912, A Análise da Mente 1921, Porque não sou Cristão 1927, An Inquiry into Meaning and Truth 1940, O Impacto da Ciência na Sociedade 1952.
 
***
 
DIÁRIO DO ESCRITOR
 
         “ (…) estou convencido de que resolvidos os problemas sociais a religião desaparecerá. (…) E pode encontrar exemplos do que disse no passado. No século dezoito, em que as coisas estavam sossegadas, havia muitos livre-pensadores. Pois bem, deu-se a Revolução Francesa e certos aristocratas ingleses chegaram à conclusão de que a liberdade de pensamento levava à guilhotina. Renunciaram a essa liberdade, tornaram-se profundamente religiosos, e surgiu a era vitoriana.”
 
BERTRAND RUSSELL, A Minha Concepção do Mundo, 1970, p.34.
 
publicado por cempalavras às 19:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. DIÁRIO IRREGULAR

. ORAÇÃO A DEUS, de VOLTAIR...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2012

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds