Domingo, 18 de Abril de 2010

HISTÓRIA DA CULTURA PORTUGUESA

DA MEMÓRIA…JOSÉ LANÇA-COELHO

 

1955 – DOIS LIVROS FUNDAMENTAIS PARA A CULTURA PORTUGUESA

 

            Neste ano, surgiram dois livros cá em casa, que foram lidos avidamente por todos. Eu, com cinco anos, mal sabia que, sobretudo um deles, o tomaria como um livro de cabeceira que consultaria vezes sem conta.

            A primeira dessas duas obras foi a História da Literatura Portuguesa, que tinha como novidade tratar simultaneamente a prosa, a poesia e o teatro, ao mesmo tempo que fazia uma análise histórica das épocas que tratavam, escrita por dois homens proscritos pelo regime salazarista, António José Saraiva e Óscar Lopes. Na verdade, ambos conotados com o PCP, tinham sido proibidos de ensinar tanto no ensino oficial como no privado.

Comecemos por Saraiva que, em 1947, recebera o prémio da Academia de Ciências dado ao seu livro As Ideias de Eça de Queiroz, e três anos depois começara a publicação em fascículos da sua obra História da Cultura em Portugal. A nível político, a sua militância no MUD (Movimento de Unidade Democrática) e o consequente apoio ao general Norton de Matos, na candidatura deste à Presidência da República, levou-o, em 1949, a ser demitido da docência no Liceu de Viana do Castelo. Mais tarde, por não suportar a repressão do regime, exilou-se, primeiro em França, onde fundou um centro de investigação e, mais tarde, na Holanda, onde instituiu a cátedra de Estudos Portugueses.

Por seu turno, Óscar Lopes dirigia, desde 1951, a página literária de O Comércio do Porto, tendo anteriormente publicado em parceria com Júlio Martins, Lições Elementares de Literatura Portuguesa, em 1940, e, cinco anos mais tarde, Breve História da Literatura Portuguesa. Tal como Saraiva, também Lopes, participava regularmente com artigos de teor oposicionista à ideologia da ditadura, em revistas democráticas como a Vértice e a Seara Nova, o que determinou a sua expulsão do ensino a partir de 1953, e a sua prisão, logo que saiu a História da Literatura Portuguesa. Os seus alunos de Literatura, História e Filosofia do último ano do liceu portuense D. Manuel II, inconformados com a sua prisão, enviaram uma exposição com as suas opiniões ao Tribunal Plenário que, após um ano de prisão, o absolveu e reintegrou no ensino público, embora a PIDE o tenha proibido de voltar a assinar com o seu nome, os artigos que continuou a escrever para o suplemento literário de O Comércio do Porto.

O segundo livro saído em 1955 é da autoria do geógrafo Orlando Ribeiro que, dez anos antes, publicara a sua mais famosa obra, intitulada Portugal, o Mediterrâneo e o Atlântico, e que participando na obra Geografia de España y Portugal, escrevera o tomo V intitulado Portugal, obra que o meu avô comprara em Barcelona, quando se deslocou à capital da Catalunha, para participar em mais um congresso esperantista.

Orlando Ribeiro, professor em diversos países, foi discípulo dos prestigiados mestres Leite de Vasconcelos e David Lopes. Durante a década de 30, Orlando Ribeiro foi para Paris, com o objectivo de fugir ao ambiente académico da ditadura, porém, perante a possível ocupação alemã da Cidade-Luz durante a IIª Guerra Mundial, regressa a Coimbra, onde inicia o magistério no início da década de 40.

Embora professor universitário, Orlando Ribeiro nunca se tornou um homem do regime, criticando este em relatórios relativos a reformas administrativas e educativas, e também no que respeita a problemas coloniais.

Foram, pois, estes dois livros, História da Literatura Portuguesa e Portugal que, em 1955, vieram engrandecer a nossa “Biblioteca Comunitária”, que, era formada por obras proibidas e deixadas circular pelo regime de Salazar.

publicado por cempalavras às 22:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. DIÁRIO IRREGULAR

. ORAÇÃO A DEUS, de VOLTAIR...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2012

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds