Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA

 

DA MEMÓRIA…JOSÉ LANÇA-COELHO
 
1970 – LIVROS RTP, UMA NOVA COLECÇÃO
 
            A 6 de Novembro de 1970 houve em Portugal um fenómeno cultural, que me deu imediatamente a perceber, que a minha semanada iria sofrer um rombo contínuo.
            Se, por esta altura, com vinte anos, já frequentava vários alfarrabistas de Lisboa e tinha comprado muitos livros com o meu dinheiro – imensos exemplares de Júlio Verne, os menos conhecidos de Eça de Queirós, os heterónimos mais usuais de Fernando Pessoa, as Ficções e o Aleph de Jorge Luís Borges, alguns de poesia e teatro, entre outros – a colecção RTP/Verbo com livros a 15$00, veio-me mostrar que inúmeras semanas grande parte do meu dinheiro iria para aí.
            Os dois primeiros volumes da colecção foram Maria Moisés de Camilo Castelo Branco e 100 Obras Primas da Pintura Portuguesa, e eram vendidos por 15$00 os dois. Na biblioteca cá de casa haviam vários livros do autor de S. Miguel de Seide, mas este título ainda não existia, por isso peguei numa nota de 20$00, dirigi-me à papelaria mais perto de casa e comprei os dois livros.
            Esta colecção era composta por cem títulos, sendo anunciada na RTP, antes do Telejornal das 20 horas, por diversas figuras da cultura portuguesa. Havia também entrevistas de rua, algumas caricatas que mostravam o grau de cultura do povo do nosso país. Lembro-me de ouvir esta. Depois do jornalista da RTP perguntar a um transeunte, se ele conhecia Camilo Castelo Branco, ele respondeu do seguinte modo: “Sim, conheço muito bem. Camilo Alves, branco e tinto, embora prefira vinho Colares!”
            A RTP/Verbo distribuiu os livros por quase todo o país e, como neste ano, estavam apenas registadas em Portugal seiscentas livrarias, eles começaram a ser vendidos em todos os quiosques, tabacarias e, imagine-se!, em drogarias e talhos. Ora, esta cadeia de distribuição, aliada à publicidade, conseguiu vender na primeira manhã, cinquenta mil exemplares, obrigando a fazer imediatamente uma segunda edição, vendendo-se 230 mil exemplares dos dois primeiros exemplares.
            A colecção RTP juntava romances de autores portugueses e estrangeiros consagrados, Garrett, Agustina, Padre António Vieira, Machado de Assis, Balzac, Dostoievsky, Lawrence Durrell, Goethe, com livros culturais e de informação, como Problemas da Infância e Adolescência, O Advogado em Casa, e, o popular livro, O Médico em Casa, do doutor Ramiro da Fonseca que tinha um programa na televisão.
            Apesar de se viver a Primavera Marcelista, onde a Censura foi transformada em Exame Prévio, e em que a liberdade de informação continuava a ser uma miragem, todos os jornais nacionais se referiram de um modo positivo a este evento. Por exemplo, ‘O Século’ escreve: “trata-se de um empreendimento inédito no panorama de edição português”.
            Comprei todos os títulos da colecção que ainda não existiam na biblioteca cá de casa. Os cem livros que constituíam a colecção RTP venderam 15 milhões de exemplares.
            O centésimo livro foram Os Lusíadas de Luís de Camões e saiu em Outubro de 1972, isto é, dois anos depois.
publicado por cempalavras às 22:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. DIÁRIO IRREGULAR

. ORAÇÃO A DEUS, de VOLTAIR...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2012

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds