Quinta-feira, 23 de Abril de 2009

DE A a Z

 

DIÁRIO IRREGULAR
 
MIGUEL PAÇO D’ARCOS
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 4 de Agosto 07 – Nunca pensei ter alguma coisa em comum com o actual Presidente da República, mas este (des)governo que tem o nome de socialista tem feito tantas leis contra os trabalhadores dos diversos sectores, que me congratulo por ver Cavaco Silva vetar a Lei de Imprensa aprovada pela maioria e, cujos maiores perigos passavam pelas condições de quebra do sigilo profissional e pelas sanções aplicadas aos jornalistas. A liberdade de expressão é fundamental à Democracia e quem ainda não interiorizou este simples conceito, não merece ser governo.
            O Primeiro-ministro confessou desconhecer a demissão compulsiva da directora do Museu de Arte Antiga. Era bom que abrisse os olhos para saber o que anda a desgovernar.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 8 de Agosto 07 – Estou-me nas tintas, literalmente, para a crise do BCP e respectivas guerrilhas internas que opõem J. Gonçalves a P.T. Pinto. Resolvam isso, se quiserem, com a vossa água benta.
            Partidos políticos receberam dinheiro vivo para as suas campanhas eleitorais às legislativas de 2005, quando eles próprios votaram na Assembleia um diploma contra esta acção. Vivemos na Democracia da contradição e, quem mais se contradiz, melhores resultados. É fartar vilanagem!
            O ‘Diário de Notícias’ de hoje traz o retrato robot dum ‘boy’ do PS, que não deixa de ser igual aos dos outros partidos, rotulando-o de “laico, republicano, socialista e costista desde pequenino”. O último adjectivo refere-se ao seu seguidismo que tem demonstrado por António Costa, desde que foi seu assessor no primeiro governo Guterres (1995). Rapazinhos, o que está a dar é a política! Abram bem os olhos e estudem este retrato robot, só têm a aprender e a lucrar. Nós cá estamos para pagar impostos para sustentar a vossa boa ‘vidinha’.
            A Rússia parece esquecer-se que a URSS terminou e que a Geórgia, com quem faz fronteira, hoje governada pelo pró-ocidental Mikhail Saakachvili, deixou de ser um seu pau mandado, desde 13 de Março de 1991, data em que referendou a sua independência. Muitas têm sido as acções russas contra a Geórgia, a última foi a invasão do espaço aéreo por aviões ‘S-24’ com o disparo de um míssil, verificada ontem. É difícil os senhores esquecerem que perderam as suas regalias e quem foram os seus servos forçados.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 11 de Agosto de 07 – O grande ditador cubano Fidel de Castro delegou o seu poder no mano Raul, e o regime teve ‘uma evolução na continuidade’, semelhante à que conhecemos em Portugal durante o fascismo, Salazar – Caetano. Coincidente com esta imobilidade, o regime libertou o dissidente Francisco Chaviano Gonzáles, de 53 anos, ex-professor de matemática e presidente do Conselho de Direitos Cívicos de Cuba. Condenado a 15 anos de prisão pela ‘divulgação de segredos de Estado e falsificação de documentos’, saiu ao fim de 13 anos, 3 meses e 3 dias de inferno, em que nos primeiros tempos esteve no isolamento, sem receber os seus familiares e em que foi espancado frequentemente pelos guardas. A libertação coincide com o aparecimento de um tumor no pulmão de crescimento acelerado e da obstrução das artérias coronárias e cardiopatia isquémica. É esta a misericórdia revolucionária castrista. Acrescente-se ainda que, no primeiro semestre deste ano, o número de presos políticos em Cuba diminuiu! de 283 para 246. Menos 37, registe-se. Já que estamos em marés de registos e de números, aqui fica outra informação assaz curiosa – a região espanhola da Extremadura abriu 101 cursos de português que abrangem 9 mil alunos, desde a primária ao superior, passando pelo ensino profissional. Estes números têm por base, do lado português, a necessidade de diariamente procurarem do outro lado da fronteira, serviços que não encontram na sua região, como idas ao médico, para além da poupança que significa ir ao supermercado e encher o depósito do automóvel; do lado espanhol, para além de um crescente comércio, uma grande curiosidade pela cultura portuguesa.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 12 de Agosto de 07 – À minha maneira, fui solidário com Xanana Gusmão e com a resistência timorense, quando os Indonésios assassinaram e torturaram o povo inocente de Timor-Leste. Cheguei a pôr uma camisola branca com a cara de Xanana na varanda, flutuando ao vento de liberdade que, vindo do glorioso dia do 25 de Abril de 1974, ainda existia nesse tempo em Portugal. Entretanto, a força da razão venceu e colocou Xanana na Presidência de uma nova república. Agora, o seu mandato chegou ao fim e, o mesmo Xanana foi eleito primeiro-ministro. Porém, como o Homem é igual em todas as latitudes, leio desgraçadamente, condoidamente, que no dia 10 do corrente, cem jovens timorenses participaram no ataque a um orfanato, destruindo as suas instalações e violando várias crianças, incluindo uma de 12 anos. Para quem como eu, desesperou com a trágica situação dos timorenses, vê-los agora a matarem-se uns aos outros, quando já têm o seu país e a sua independência, dá vontade de não acreditar mais, nunca mais, na humanidade. E esta notícia, chega-me no dia em que se comemora o 1º centenário do nascimento de Miguel Torga, o Poeta mais alto que o país teve nos últimos tempos, tempos de repressão e de assassínio, que ele combateu por todos os meios, o que lhe custou a prisão, a censura e a apreensão de livros. O Poeta-solidário de antes quebrar que torcer, não teve representação governamental nas comemorações desta efeméride, de certeza, porque este governo tecnocrata, neoliberal, sabe bem que Torga o criticaria pelas medidas antidemocráticas que têm tomado contra o povo português. A este propósito, e entre os muitos escabrosos exemplos que se poderiam citar, vejam-se as infelizes e energúmenas declarações do actual ministro da Saúde que, “vê sinais positivos nas listas de espera” para cirurgias. É pena que o ministro e os seus familiares não sejam um dos 208,6 mil cidadãos, que todos os dias esperam angustiadamente por uma operação que lhes salve a vida, enquanto os políticos desbaratam o dinheiro que nos sugam com a imoralidade dos impostos que nos obrigam a pagar. Talvez que assim o ministro não vislumbrasse qualquer sinal positivo. Por favor, ministro, não goze com as necessidades do povo que o elegeu.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 14 de Agosto de 07 – Hoje só posso render as minhas sinceras homenagens ao Rui Costa. O Benfica acaba de vencer o Copenhaga por 2-1, com dois fabulosos golos do “Maestro”. Obrigado, por mais uma alegria, grande RUI!
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 16 de Agosto de 07 – Os jornais de hoje dizem que o homem mais rico do país, Belmiro de Azevedo, duplicou a sua fortuna de 1 milhão de euros para 2 milhões, só no ano passado. Não espanta, se levarmos em linha de conta que um dos seus muitos supermercados, situado em Loures, ontem, feriado nacional, não encerrou às 13 horas, como manda a lei em vigor, mas sim às 20. O referido estabelecimento fica agora sujeito a uma multa que vai até 25 mil euros, que se chegar a efectivar-se, coisa que duvido, não trará qualquer prejuízo ao patrão que, nas 7 horas que fez a mais, deve ter facturado, pelo menos, o dobro disso. Não dobrou ele um milhão de euros, só num ano?! O mais importante da questão, será saber se os trabalhadores da referida superfície comercial receberam as horas que trabalharam a mais e, além disso, pagas a dobrar, como preconizam as tabelas salariais para essas situações. Será que o senhor dobra, também se preocupou em dobrar os salários aos seus trabalhadores?
 
Monte do Carrascal, 17 de Agosto de 07 – Hoje no ‘DN’ vêm duas notícias, no mínimo surpreendentes. Assim, regista-se que, na p. 9, a jornalista Fernanda Câncio na sua coluna escreve um artigo intitulado “Ó DA GUARDA QUE EU TAMBÉM ‘DESINFORMEI’ NA WIKIPÉDIA”, onde informa que descobriu na Wikipédia um artigo sobre si cheio de inverdades. Para enfrentar isto, diz a articulista que, qualquer cidadão, « Tem três hipóteses: a) encolhe os ombros e repete “é a vida”; b) decide colocar um processo judicial aos responsáveis; c) procura apagar ou corrigir a entrada em causa.». Ora, a jornalista optou pelo expresso na última alínea, tendo sido, como ela escreve, acusada de “censora, vândala, uma inimiga da liberdade de expressão”.
            Mais adiante, nas pp. 42-43, surge outra notícia relativa à wikipedia, intitulada “Governo mudou perfil ‘online’ de Sócrates”, onde se escreve em subtítulo, primeiro, que “O Governo assume que melhorou o perfil sobre o primeiro-ministro” e, depois, “Assessor nega que Sócrates tenha dado instruções”.
            O texto da p. 9 apelando para a indignação de uma pessoa que se vê caluniada e que, tentando repor a verdade, é acusada de inimiga da liberdade de expressão, prepara-nos para as alterações enunciadas nas pp. 42-43, como se essas transformações tivessem a mesma matriz enunciada na p. 9, o que não é de todo verdadeiro. Deitando água na fervura, aparece uma caixa intitulada “O QUE FOI APAGADO”, que tem como subtítulo “O blogue Zero de Conduta detectou o que chamou de ‘censura’ na versão inglesa da enciclopédia ‘online’ “, de onde tiramos os seguintes extractos: “(…) O alegado grau universitário do primeiro-ministro português está sob forte discussão pública e nos media. Um caso forte tem sido construído sobre possíveis falsas declarações do primeiro-ministro quanto à sua licenciatura.”, “(…) Os documentos alegadamente provam que passou sete disciplinas em cujas aulas não participou.”, “Completou um MBA com uma nota de 12, num máximo de 20 [foi apagada a nota].”, “Passou brevemente pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.”
Assim se faz um trabalho de desinformação e intoxicação da opinião pública. Estamos aqui, estamos como na China, onde o Poder controla a Internet e quem lá pode entrar. Por favor, chega de chinesices!, para não dizer, em bom português, de vigarices!
 
 
PISCINA EM KIT
 
O MEU OÁSIS,
A MINHA CONSCIENTE MIRAGEM
AQUI NO ALENTEJO,
TEM 5 METROS E MEIO DE DIÂMETRO,
DÁ PARA 3 BRAÇADAS DE UMA PAREDE À OUTRA,
E QUALQUER FUNCIONÁRIO PÚBLICO,
POR MAIS PERSEGUIDO QUE TENHA SIDO O SEU SECTOR,
PELO ACTUAL GOVERNO,
PODE COMPRAR.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 19 de Agosto 07 – A revolta das pipocas, era o título adequado a uma acção trágico-cómica levada a cabo por um grupo ecologista, que recebe subsídios do Estado, para atacar as sementeiras de indefesos agricultores, também subsidiados pelo mesmo Estado, de milho transgénico, produto legalizado em Portugal, desde 2005. Embora haja prós:
 (a semente deste milho contém um gene resistente às pragas, as larvas nomeadas por ‘brocas do milho’; se obtêm, em termos médios, maiores rendimentos das colheitas e se reduz a imprevisibilidade; e, a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar considera que, utilizando o milho MON 863 é improvável reacções adversas na saúde humana e animal e ao meio ambiente no contexto do seu uso proposto)
 e contras:
(os transgénicos resistem aos herbicidas o que pode trazer o aparecimento de superpragas e ao desaparecimento ecológico, proveniente da contaminação do solo e dos lençóis de água; as consequências negativas das novas variante só poderão ser percebidass daqui a muito tempo, entre elas, prevê-se o empobrecimento da biodiversidade, afectando negativamente o equilíbrio ecológico e a segurança alimentar; e, de acordo com o Greenpeace o consumo pode relacionar-se com o aumento de alergias e resistência aos antibióticos)
 relativas à sementeira de transgénicos,
 a área de cultivo quase quadruplicou entre 2006 e 2007, sendo o Alentejo, a região onde os agricultores mais aderiram a este tipo de cultura, com 2400 hectares.
            O que é verdadeiramente hipócrita:
é um grupo ecologista, subsidiado pelo actual Governo, e escoltado pela GNR, atacar um pequeno proprietário de milho transgénico, subsidiado pelo mesmo Governo.
            Conclusão: afinal isto não é a República das Bananas, sejamos exigentes, mas sim, o Desgoverno do milho transgénico!
 
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 22 de Agosto 07 – A corrupção e as mordomias são tantas neste pobre país pobre (a repetição é deliberada), que quase se ergueu uma estátua a cinco administradores do Hospital Pedro Hispano, de Matosinhos, que renunciaram a ter carro de serviço, e com a importância destinada às viaturas, 175 mil euros, adquiriram equipamento necessário à unidade de neurocirurgia.
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 30 de Agosto 07 – Que país é este, onde o Governo compra dez helicópteros para combater os incêndios de Verão, mas os aparelhos só podem começar a voar em Novembro? Ardessem as casas dos políticos, que logo veríamos os helicópteros no ar, logo no início do Verão. Paradigmático, é o caso que envolve a casa de campo, em Sintra, do actual presidente da Câmara de Lisboa, a cuja piscina, os aviões que combatiam o fogo na serra de Sintra, foram buscar água, não fosse o diabo tecê-las…
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 2 de Setembro 07 – As notícias dizem que 45.000 professores ficaram sem emprego. A ministra da deseducação argumenta que a baixa natalidade é a principal culpada deste evento. Mas o que mais me preocupa é o que ouço na televisão – cerca de cem professores do 10º escalão, o último, o meu, que dou aulas há 33 anos, perderam o lugar nas escolas onde eram efectivos, por estarem destacados em outras, mais próximas da sua residência. Entretanto, o ministério acabou com os seus lugares nas suas escolas de origem e, também, fechou a vaga que ocupavam na escola mais próxima da sua residência. Ao fim de trinta e muitos anos de abnegação, entrega, fracos ordenados, stresse, estarem longe da família às semanas, vêem-se sem emprego na recta final da profissão que escolheram ou para a qual foram empurrados pelas contingências do desgoverno em que vivemos. Não tenho palavras para semelhante injustiça!
 
Monte do Carrascal, Alentejo, 3 de Setembro 07 – Este país, de dia para dia, vai ficando cada vez mais inconcebível. Hoje, soube-se que uma professora com cancro na língua, depois de lutar contra a mesma doença na mama e no útero, foi duas vezes á Junta Médica para conseguir a reforma, e de nenhuma das vezes, os médicos que a observaram, tiveram a misericórdia necessária para a dispensar do pesado e desgastante serviço lectivo. As ordens a que os discípulos de Hipócrates têm de obedecer, vêm de quem faz da língua, o principal instrumento para singrar na vida, para enganar os outros, para chegar aos fins sem olhar aos meios.
 
 
CARNAXIDE, 4 de Setembro 07 – Passei a tarde e a noite, no meu escritório, embrenhado nos meus papéis – recortes de vários jornais e revistas sobre escritores e livros. Até agora contabilizei 2.086 entradas, atenção que não são recortes, mas sim entradas. Portanto, tenho recenseados, pelo menos o triplo de recortes, se atribuir, benevolamente, três recortes por entrada, o que dá, no mínimo, mais de 6.000 recortes. E perante tanta papelada, levei o tempo todo, das 15 à 1h do dia 5, a lembrar-me do sentido de uma frase de Almada Negreiros que, embora não a recordando na totalidade, o sentido é o seguinte – «entrei numa biblioteca e, perante toda aquela vasta multidão de livros, pensei que teria de haver um outro modo de um homem se salvar, sem ter que ler aquilo tudo». Também eu, olhando esta profusão de recortes, me pergunto para que me servem tantas biografias e recensões de livros. Embora não o queira, tenho que cair em mim. Para que me serve tanta informação? A verdade, porém, é que não consigo parar esta colecção que comecei na minha adolescência.
publicado por cempalavras às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. DIÁRIO IRREGULAR

. ORAÇÃO A DEUS, de VOLTAIR...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2012

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds