Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

ANTOLOGIA POÉTICA

"PORTUGAL"

Ó Portugal, se fosses só três sílabas,
linda vista para o mar,
Minho verde, Algarve de cal,
jerico rapando o espinhaço da terra,
surdo e miudinho,
moinho a braços com um vento
testarudo, mas embolado e, afinal, amigo,
se fosses só o sal, o sol, o sul,
o ladino pardal.,
o manso boi coloquial,
a rechinante sardinha,
a desancada varina,
o plumitivo ladrilhado de lindos adjectivos,
a muda queixa amendoada
duns olhos pestanítidos,
se fosses só a cegarrega do estio, dos estilos,
o ferrugento cão asmático das praias,
o grilo engaiolado, a grila no lábio,
o calendário na parede, o emblema na lapela,
ó Portugal, se fosses só três sílabas
de plástico, que era mais barato!
              ALEXANDRE O'NEILL (LISBOA, 1924-1986)
publicado por cempalavras às 23:48
link do post | comentar | favorito

ANTOLOGIA POÉTICA

"GRAMÁTICA DE COENTRO E CAL"

                                         Gramática de coentro e cal
                                          geometria do branco e do verão
                                          solidão como sinal
                                          quase cigarra quase pão
                                          em seu falar como um cantar de amigo.
                                           Aqui acaba o último e o primeiro
                                           e o um procura o outro seu igual
                                           para dizer um nome entre azinheira e trigo.
                                         
                                           Este é o chão mais puro e verdadeiro.
                                           E as sombras sentem-se comigo
                                           à sombra de um sobreiro.   
                       MANUEL ALEGRE, ALENTEJO E NINGUÉM, 1996, p. 12.
publicado por cempalavras às 23:31
link do post | comentar | favorito

diário de guilherme revolto

monte carrascal 31 jan 07
faz hoje 4uatro anos que rebentou o escândalo de pedofilia na casa pia
como o tempo passa      parece que foi ontem que os orgãos de comunicação ao mesmo tempo me surpreenderam e enojaram de ter o estatuto de ser humano que em princípio
e pelos vistos só em princípio
me diferenciavam da animalidade inerente às bestas
o poder vulgo justiça continua a cozinhar uma solução que
oxalá me engane
contemple a moralidade vigente
publicado por cempalavras às 23:09
link do post | comentar | favorito

DIÁRIO DE MIGUEL PAÇO D'ARCOS

31 DE JANEIRO DE 2007 - Acabo de ler esta frase num jornal - "As ideias novas desagradam às pessoas de idade; elas gostam de se convencer de que, depois de haverem deixado de ser novas, o mundo, em vez de se enriquecer, só se perdeu." - da autoria de Anne Louise G. Necker(1766-1817), conhecida no universo cultural e filosófico do Iluminismo oitocentista, por Madame de Stael, e penso, quantas vezes, já meditei sobre este assunto. Por um lado, parece-me que a minha época - levo 56 anos de idade - foi superior em quase tudo há que atravesso presentemente, mas, por outro, sei que ter este tipo de reflexão, duvidando da capacidade das épocas vindouras, é de um extremo reaccionarismo, sobretudo, no que respeita aos actuais avanços científicos e tecnológicos, independentemente, da conduta maléfica da Humanidade. Fico suspenso no meu raciocínio e, lado a lado, perpassam, os atrasos que representam as ignóbeis guerras feitas em nome de posições extremadas do fanatismo religioso, quando se julgava que duas guerras mundias tinham aberto os olhos à mesquinhez humana, e os avanços científicos quase quotidianos no campo da saúde, quando há uma dúzia de anos se morria com uma simples constipação por desconhecimento dos antibióticos. Então qual será a melhor época, a da minha juventude, ou a da minha maturidade? Só posso responder que, cada fase da História, isto é, da marcha da Humanidade, tem coisas boas e más, e isso, chama-se dialéctica.

publicado por cempalavras às 22:19
link do post | comentar | favorito

2007 - ANO MIGUEL TORGA

COMEMORAÇÃO DO 1º CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO POETA

COIMBRA, 31 DE JANEIRO DE 1966

      Os limites da angústia não coincidem obrigatoriamente com os limites da liberdade. Mas há terras onde nada impede que essa harmonia se realize, e deve ser bom ter o sentimento de que assim é. Pelo que me diz respeito, parece que morro sem conhecer o gosto de uma tal experiência humana. Aqui, a liberdade tem os limites do nosso corpo, e a angústia os da nossa alma.
                   MIGUEL TORGA, Diário X, COIMBRA, 1995, P. 979
publicado por cempalavras às 22:06
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

2007 - ANO MIGUEL TORGA

COMEMORAÇÃO DO 1º CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO POETA

COIMBRA, 30 DE JANEIRO DE 1991

"CORDIAL"

                                                         Não pares, coração!
                                                         Temos ainda muito que lutar.
                                                         Que seria dos montes e dos rios
                                                         Da nossa infância
                                                         Sem o amor palpitante que lhes demos
                                                          A vida inteira?
                                                         Que seria dos homens desesperados,
                                                         Desamparados
                                                         Do conforto das tuas pulsações
                                                         E da cadência surda dos meus versos?
                                                         Não pares !
                                                         Continua a bater teimosamente,
                                                         Enquanto eu,
                                                         Também cansado
                                                         Mas  inconformado,
                                                         Engano a morte a namorar os dias
                                                         Neste deslumbramento,
                                                        Confiado
                                                        Em não sei que poético advento
                                                        Dum futuro inspirado.
                      MIGUEL TORGA, Diário XVI, COIMBRA, 1995, P.1606.
publicado por cempalavras às 21:58
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

"DIÁRIO DE MIGUEL PAÇO D'ARCOS

     28 JANEIRO 2007 -Ontem, na minha amada terra, Paço de Arcos, passou-se uma coisa incrível, sem precedentes e, que mostra como os ideais do 25 de Abril de 1974 se perdem todos os dias.
       Saido duma rua, postou-se na minha frente, um garoto com um papel na mão que, ao querer entregar-mo, disse peremptoriamente:
        - Tome!
        - O que é? - perguntei-lhe.
        - É para ir votar 'NÃO'!
        Atónito, por ver uma criança a fazer propaganda pelo 'NÃO', PERGUNTEI-LHE QUEM LHE dera o molho de papéis que trazia na mão.
        Mais surpreendido fiquei quando ele me disse que era da catequese. Perguntei-lhe a idade e ele disse-me que tinha oito anos.  Ainda não estava em mim e. por isso, perguntei-lhe, de novo, se ele sabia o que andava a distribuir e, a sua resposta foi elucidativa do que estavam a fazer àquela criança:
       - É para os do 'SIM' não matarem bebés!
       Eloquente resposta, e sintomática, da 'lavagem ao cérebro' que os apaniguados da Igreja Católica fizeram àquela e a todas as crianças que frequentam a catequese. Indefesas criancinhas ao serviço da ideologia do Vaticano,ao que isto chegou, depois do imortal Salgueiro Maia fazer a REVOLUÇÃO. Também com o Partido Socialista e o primeiro-ministro que temos, já nada me admira?! !
publicado por cempalavras às 22:49
link do post | comentar | favorito

DIÁRIO DE MIGUEL ESCARAVELHO

29 JANEIRO 1999 - Aproveitei este sábado soalheiro para acabar de ler, 'Nunca Permitas o Contágio' e, 'Os Poemas Possíveis', de Fernando Almeida e José Saramago, respectivamente.

publicado por cempalavras às 22:26
link do post | comentar | favorito

"DIÁRIO" - MIGUEL PAÇO D'ARCOS

CARNAXIDE, 29 DE JANEIRO 2007 - Hoje foi dia de ir aos melhores saldos do mundo. De livros, claro! Entrei na FNAC de Cascais e, maravilhei-me com o que havia para saldar. Só tenho pena que o meu dinheiro não chegue para todas as encomendas. Mesmo assim, entraram mais 6eis nas prateleiras da biblioteca cá de casa. Uma trilogia acerca do domínio português na Índia, uma biografia do filósofo-escritor judeu, Walter Benjamim, O Clube de Dante romance que tem como temática a obra-prima deste filósofo, um romance sobre D. Sebastião. Assim tenha tempo para os ler! Entretanto, vou-me deliciando com a profusão vocabular do romance 'O Último Negreiro' do meu amigo Miguel Real.
publicado por cempalavras às 21:48
link do post | comentar | favorito

2007 - ANO MIGUEL TORGA

COMEMORAÇÃO DO 1º CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO POETA

COIMBRA, 29 DE JANEIRO DE 1966

     A gota de água doce que representa a razão individual no mar salgado da sem-razão colectiva! Com que rapidez ela se dissolve no largo oceano dissolvente! Sempre me impressionou essa incapacidade que tem o singular sensato de resistir à força da plural insensatez. Está uma tarde triste de inverno. Enquanto espero um cliente que vem de longe, vou gastando o tempo a espreitar o mundo através da vidraça. Do lado de lá do rio, num campo de jogos, andam carros numa gincana. Avançam, recuam, rodopiam, correm, estacam, e arrancam de novo. Todos os movimentos que fazem me parecem disparatados, e mais tolos ainda os aplausos que oiço de vez em quando. Simplesmente, nem o juízo que formulo invalida a realidade absurda que observo, nem a minha própria realidade ordenada resiste à sua contaminação. A olhá-la daqui, sinto-me absurdo também.
        MIGUEL TORGA,  Diário X, COIMBRA, 1995, pp. 978-9
publicado por cempalavras às 21:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. DIÁRIO IRREGULAR

. ...

. DIÁRIO IRREGULAR

. ORAÇÃO A DEUS, de VOLTAIR...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Agosto 2018

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2012

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds